VIREI MÃE. E AGORA? COMO CONCILIAR MATERNIDADE E CARREIRA???

São muitas as incertezas que nos atingem após a maternidade. A principal delas é como conciliar a maternidade e a carreira. Portanto se você pretende ser mãe ou já é e está vivendo esse dilema , fique comigo até o final que eu vou te mostrar como eu venci esse momento e ainda vou te mostrar os pontos que você deve analisar antes de tomar qualquer decisão.

A maternidade é um momento mágico na vida da mulher. A maioria de nós sonha e planeja esse momento, porém quando ele acontece dá um nó na nossa cabeça e nas nossas emoções.

É normal vermos mulheres bem sucedidas profissionalmente abandonando carreiras promissoras para viver a maternidade. E não tem nada de errado com isso, assim como não tem nada de errado com quem escolhe continuar trabalhando.

O único problema são as conseqüências dessas escolhas no futuro. Então antes de decidir se vai abandonar o trabalho para viver intensamente a maternidade ou se vai seguir fazendo malabarismo para conciliar maternidade e trabalho, sugiro levar em consideração as questões abaixo:

  1. Maternidade não é profissão;
  2. A importância de estar presente na vida dos filhos;
  3. A necessidade financeira.
COMO CONCILIAR MATERNIDADE E CARREIRA
Como Conciliar Maternidade e Carreira

Maternidade não é carreira

A maternidade não é uma carreira, muito menos uma profissão.

Quando trabalhamos em uma empresa como gerente por exemplo. Quando nos perguntam o nosso cargo , respondemos assim: estou gerente. Isso porque aquele momento pode passar, amanhã, ou depois podemos ocupar outro cargo. Já em relação a maternidade não podemos dizer “ estou mãe” e sim sou mãe, porque uma vez mãe sempre mãe.

A maternidade é para sempre. Porém quando os filhos crescem, eles seguem a sua vida. Apesar deles serem totalmente dependentes de nós no início de suas vidas, esse momento vai passar e temos que nos preparar para viver esse momento.

Quando se opta por ser mãe em tempo integral tem que pensar como será sua vida quando seus filhos crescerem. Como você vai lidar com isso?

É nessa hora que muitas mães vivem a síndrome do ninho vazio. Elas se sentem sozinhas, sem filhos e sem carreira. O sofrimento é grande, muitas não conseguem seguir em frente e acabam interferindo na felicidade dos filhos. Dessa forma uma atitude que deveria ser aplaudida acaba sendo repugnada. Por isso a necessidade de pensar muito antes de tal escolha.

A importância de estar presente na vida dos filhos

Nos primeiros anos de vida da criança é muito importante a presença da mãe. Segundo Freud por volta dos cinco anos de idade a personalidade está essencialmente formada. Com base nessa teoria é fundamental a presença da mãe na vida da criança para garantir que ela tenha as melhores experiências emocionais e os maiores exemplos de caráter.

Filhos vivem de exemplos. Não por acaso está escrito na bíblia no livro de Provérbios no capítulo 22 e no versículo 6 a seguinte afirmação: Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ,ainda quando for velho, não se desviará dele.

Quando se fala no caminho fica claro que para ensinar temos que estar no mesmo caminho que a criança, ou seja, a gente faz e ela aprende pelo exemplo. Se fosse ensinar o caminho, bastava mostrar o caminho e a criança seguiria sozinha. Com tudo isso fica claro a importância da nossa presença na vida dos nossos filhos nos seus primeiros anos de vida.

Agora você deve estar se perguntando o que fazer, trabalhar fora ou viver a maternidade em tempo integral?

E realmente é algo a ser pensado com muita sabedoria.

Necessidade financeira

A necessidade financeira é um fator importante na hora de tomar essa decisão. Porque sabemos que o custo de vida hoje está muito alto, e quando temos filhos a necessidade de dinheiro aumenta. Então nesse caso é preciso ter muita prudência.

Vale lembrar que não há dinheiro que pague a ausência de uma mãe.

Qualquer uma das duas escolhas têm conseqüências boas e ruins.

Eu já vivi a experiência de ser mãe e não abrir mão do trabalho e no momento escolhi abandonar a carreira para viver a maternidade!

Sou mãe de três filhos, tenho uma filha de dezessete, um filho de seis e outro de quatro anos.

Quando minha filha nasceu eu tive muita vontade de não voltar ao trabalho após a licença maternidade, mas naquele momento eu precisava do trabalho para viver com ela, então voltei a trabalhar fora com longa jornada até o final da gestação do meu segundo filho.

Confesso que não foi fácil, foram muitas noites mal dormidas. Teve momento que eu precisava ir para o trabalho e não tinha ninguém pra cuidar dela. A minha sorte é que Deus colocou duas tias no meu caminho, sempre que minha não podia, elas me ajudavam.

Então quando apertava muito eu pedia socorro e elas sempre me ajudavam. Por muito tempo fui ausente. E hoje aos 17 anos ela me cobra as reuniões da escola que não pude ir e outras ausências mais.

Foi por isso que eu prometi a mim mesma que não iria mais terceirizar a maternidade. E assim estou fazendo. Desde que meu segundo filho nasceu eu não trabalho mais fora. Hoje não perco nada na vida deles, nem reunião,pediatra,passeios,etc.

Concluindo.

A maternidade é um momento ímpar na vida mulher e exige renúncias, pois precisamos priorizar o desenvolvimento dos nossos filhos.Além do bem estar físico nós temos o dever de educar filhos emocionalmente saudáveis. Mas também não podemos nos anular em prol dos nossos filhos!

A maternidade também é tempo de se reinventar, de encontrar um meio termo, ou seja, ser mãe presente e ter realizações profissionais também.

Eu hoje sou muita grata, pois tenho a oportunidade de trabalhar em casa com total liberdade para gerenciar o meu tempo. Assim enquanto eles estão na escola eu trabalho. Dessa forma eu me realizo profissionalmente e acompanho cada etapa do desenvolvimento deles, buscando as melhores alternativas para garantir uma educação de qualidade.

Amanhã quando eles não dependerem tanto de mim, minha vida seguirá normalmente com certeza de que fiz o melhor por eles.

Se você também quer se reinventar, se trabalhar em casa assim como eu fizer sentido pra você , eu te convido a conhecer o curso que eu fiz para montar o meu negócio online do zero. E assim como eu você poderá viver a maternidade sem culpa e sem deixar os seus sonhos de lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *